Esta Arte Marcial tem por característica resgatar toda Tradição Marcial dos primórdios da civilização japonesa, quando o homem vivia perfeitamente integrado consigo mesmo e com o Universo. Neste conceito, através do treinamento captamos a energia do Grande Universo e depois passamos a utilizá-la, tendo o centro do corpo como área de difusão. Através da consciência do fluxo de energia tudo é possível e podemos esquecer o uso da força física. Com a meditação, esvaziamos a mente e com a prática do Shin’ei Taido também.

Com a mente e o interior pacificados, não há medo, nem raiva, nem angústia nem pânico; saímos das emoções e dos pensamentos. Se considerarmos isto como objetos do aprisionamento humano, entramos na dimensão da Consciencia, aonde nos conduz o Shin’ei Taido. Tanto homens, mulheres, pessoas de todas as idades podem se integrar nesta prática saudável.

Seguidores

sábado, 10 de outubro de 2015

Ueshiba O'Sensei Iwama 1968 - Parte 1

Este relato de Gaku Homma Sensei nos conta, como é estar junto de Ueshiba O'Sensei, relembrando fatos de abril de 1968, em Iwama. É uma descrição repletas de detalhes, talvez desconhecidos pela maioria das pessoas. O texto é longo,por isso foi dividido em várias etapas, devido a riqueza de fatos, é como estar junto do Mestre Morihei Ueshiba. A tradução, foi feita atenciosamente, com adaptações para a lingua portuguesa, para não perdermos nenhum detalhe da rotina diária de Mestre Ueshiba.  


Em 1968, com a idade de 85 anos , o Fundador habitava em uma nova adição à Iwama Dojo. Sua esposa Hatsu dormia no quarto ao lado. Fora da sala principal para um lado foi uma pequena sala onde Kikuno dormia. Exceto pelos quatro, ninguém vivia alí naquele período. Ao contrário de Iwama Dojo de hoje, havia poucos Gasshukus (acampamentos de Aikido) para encher o dojo com uma multidão de estudantes de olhos brilhantes que vinham de longe. Saito Shihan e sua família morava em outra casa ao lado. Naquela época, a família de Saito Shihan não possuia um restaurante ou outras empresas, apenas uma lavanderia de gerência familiar. Naqueles dias,era convenção o encanamento ser externo e a dependência sanitária das famílias ficava adjacente à casa. Situado externamente à esta dependência, existia um makiwara (um poste envolto com um acolchoado usado por karatekas para o treinamentos de golpes). Durante um seminário Saito Shihan realizou em Denver, ele nos disse que, quando era jovem, ele costumava praticar karate. Em 1968, a terra entre a estação de trem de Iwama e o dojo foi reflorestada com castanheiros e moitas de bambu.Em abril os castanheiros entrariam em floração, lançando um forte cheiro de castanhas no ar. Bambus de até quatro polegadas de diâmetro iriam brotar em todos os lugares, às vezes no meio de ruas lotaadas de terra. Nativos da região, também foram pessegueiros, cujas flores decoravam a primavera. Hoje, casas e comércios substituíram muitos dos castanheiros e florestas de bambu.

Quando o Fundador estava em Iwama, ele dirigia a maioria das aulas noturnas no dojo. Prática noturna começava às 19 horas. que ele iniciava depois de jantar, por volta das 17 horas. O fundador geralmente não tomava seu banho à noite; seu banho era, normalmente, pela manhã, na maioria das vezes, da manhã. Por causa de sua idade, a dieta do Fundador era simples. Ele sempre fazia suas refeições junto com sua esposa Hatsu. O casal parecia apreciar suas refeições em conjunto, e o Fundador era, algumas vezes, brincalhão. Com seus pauzinhos ele iria pegar um bocado de comida e colocá-lo no prato de sua esposa. "Omahan tabe yoshi" (aqui, você coma isso) ele iria provocar em seu dialeto local de Kishu. Ela, de brincadeira, pegava o bocado e colocava de volta no prato dele, exclamando, "Não, você coma isso". Era uma brincadeira doce entre os dois. Mesmo que a dieta do Fundador fosse simples, ele também, ocasionalmente, comia os alimentos "modernos", como arroz com curry. O Fundador costumava comentar que o curry era muito bom, e feito para um movimento intestinal saudável. O Fundador e sua esposa faziam suas refeições em um quarto localizado diretamente atrás do altar do Dojo. O quarto era pequeno, com um piso de madeira. Uma pequena mesa de cerca de três pés por dois pés com pernas dobráveis
​​de dez polegadas foi feita para cada refeição. Todos os quatro comiam as refeições juntos. Em um canto da sala pequena tinha uma pequena pia sobre dois pés por um pé de largura. A pia tinha uma única torneira que correu apenas água fria; a única água quente nos quartos, era aquecida com a mão antes de servir.O Fundador também usava esta pia para lavar o rosto e escovar os dentes. As acomodações eram simples em Iwama, a única pia de água fria servindo tanto como pia da cozinha e lavatório. Ao lado da pia havia um pequeno queimador de gás propano onde foram preparadas as refeições simples. Nos velhos tempos, não havia, claro, televisão ou rádio. O Fundador, geralmente, se retirava para dormir antes das 21 horas, cada noite. Em abril, as noites eram por vezes frias, mas o Fundador se recusava a usar um cobertor elétrico. Após entrar no futon, O'Sensei pedia ao jovem Homma para ler em voz alta para ele um texto da Omoto Kyo: Rei Kai Monogatari.

O Fundador acordava toda manhã antes das 6 horas. Se ele não tomava um banho completo, ele lavava seu rosto no lavatório, usando água temperada de água fria da torneira com água fervida. Se o Fundador era tomar um banho completo na manhã seguinte, meu dia começava de forma diferente. Em dias de banho, às 5 horas da manhã. para acendiam o fogo da lenha, que aquecía a água para o banho. O local de banho consistia em um ambiente fechado, com uma plataforma de madeira elevada, equipado com um grande vasilhame de ferro que era preenchido com água fria. Uma fogueira era acesa do lado de fora da casa de banhos diretamente sob o pote. Como a água aquecida, o fundo da panela se tornaria demasiado quente para alguém pegar. O pote tinha uma estrutura de madeira flutuante que era utilizado para se levantar, ou usariam geta (sapatos de madeira) para o banho! Em japonês essas banheiras de metal eram chamadas de "goemonburo". Originalmente, a palavra se refere a um ladrão famoso chamado Goemon Ishikawa que foi cozinhado vivo em um pote de metal como punição por seus crimes. Mesmo na década de 1960, o goemonburo eram comuns na maioria dos lares. Para suavizar a água, a Kikuno iria entrar na banheira primeiro para a "massagem ou amassar a água". Isso é chamado de yumomi, em japonês.

Enquanto o fogo ardia, o jovem deveria varrer os caminhos em frente ao dojo e do santuário com uma grande vassoura de bambu. Geralmente no meio para o final de março, o caminho para o Santuário seria coberto com flores de cerejeira caídas. Quando as flores caíam, o jovem não varria o caminho, a fim de não perturbar a beleza natural das flores espalhadas. Como o Fundador fazia o seu caminho até a via recém-varrida, suas pegadas eram as únicas a serem vistas. Simbolicamente era importante varrer todas as manhãs para limpar um pouco de sorte má ou maus espíritos antes do Fundador começar a sua cerimônia matinal de orações. "

(Continua)


Baseado em  artigos de Gaku Homma Sensei  como " Um dia na vida do Fundador Morihei Ueshiba, abril 1968 ", publicado em nippon-kan.org.

4 comentários:

  1. Buenos días Ricardo,
    Si es largo pero interesante de volver a leer, muchas gracias por recordarlo

    un abrazo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hola, Carina,
      Es muy interesante estar en contar con a historia de O'Sensei.
      Muchas gracias por tu comentario y estar siempre presente.
      Abrazo.

      Excluir
  2. Magnífico texto el que nos brindas sobre la vida de Ueshiba en Iwama al final de sus días, nos traslada la figura de una persona sencilla en lo cotidiano, disfrutando con su mujer hasta el final. Muchas gracias Ricardo, estoy deseando leer el resto del texto.

    Un abrazo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hola, Guillermo,
      Estés textos siempre tienen hechos que nos hace comprender muchos aspectos de la técnica de O'Sensei, que nos fue transmitida.
      Muchas gracias a ti por tu comentario.
      Abrazo.

      Excluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails