Esta Arte Marcial tem por característica resgatar toda Tradição Marcial dos primórdios da civilização japonesa, quando o homem vivia perfeitamente integrado consigo mesmo e com o Universo. Neste conceito, através do treinamento captamos a energia do Grande Universo e depois passamos a utilizá-la, tendo o centro do corpo como área de difusão. Através da consciência do fluxo de energia tudo é possível e podemos esquecer o uso da força física. Com a meditação, esvaziamos a mente e com a prática do Shin’ei Taido também.

Com a mente e o interior pacificados, não há medo, nem raiva, nem angústia nem pânico; saímos das emoções e dos pensamentos. Se considerarmos isto como objetos do aprisionamento humano, entramos na dimensão da Consciencia, aonde nos conduz o Shin’ei Taido. Tanto homens, mulheres, pessoas de todas as idades podem se integrar nesta prática saudável.

Seguidores

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Hikitsuchi Sensei e Ueshiba O'Sensei - Parte 1

Hikitsuchi Michio Sensei era o instrutor chefe do Kumano Juku Dojo, da cidade de Shingu, Prefeitura de Wakayama, por 15 anos. Nasceu em 14 de julho de 1923, pequena cidade de Shingu, provincia de Kishu, situada na península de Kii, no seio de uma famila de descendencia Samurai ficando; porém, ficando órfão aos 7 anos de idade, passa a ser criado por sua avó. Esta senhora, tinha a maestria no manejo de naginata, e o inica na prática marcial. Sua educação e treinamento serão rígidos, para trabalhar tanto o espirito como o corpo; o jovem devia dedicar-se plenamente aos exercícios corporais, visando amadurecê-lo e colocá-lo apto à enfrentar adversidade, o mais cedo possível. Aos 9 anos de idade inicia a prática de Kendo, e, por anos, teria praticado Jujutsu, Kenjutsu, Jukendo, Iaido, Karetê-Do, Bojutsu; sempre sob os olhos de sua avó.

Aos 14 anos de idade, em 1936 (lembrar que antigmente no Japão, o periodo de gestação contava como mais um ano na idade), o jovem é apresentado à Morihei Ueshiba Sensei, por sua avó, já que este era amigo dela; na época era necessário ter mais idade para treinar com o Mestre Ueshiba,porém ele abriu uma exceção para Michio. Michio se tornou discípulo de Morihei Ueshiba por 40 anos, recebendo do Mestre a permissão por escrito para transmitir a Técnica de Manejo do Bastão Longo (Masakatu Bojutsu) e da Técnica do Manejo do Sabre (Choshokubai no ken).

Mestre Hikitsuchi dedica grande parte de sua vida ao estudo da mitologia e tradições japonesas, além dos rituais de purificação (misogi, harai) assim como dos estudos de epiritualidade xintoista, com suas orações. Quando mais velho, celebra cerimonias, utilizando um shaku, como fazia seu Mestre Ueshiba. Lembrar que o shaku é uma tradição do período de Nara, tido como um simbolo dos sacerdotes.

Hikitsuchi Sensei decide, em 1949, dedicar-se apenas ao Budo do Mestre Ueshiba, ao Budo do Amor, como ele e o Fundador, assim designavam, abando nando todas as outras. Ele irá, a pedido do próprio Morihei Ueshiba, construir um dojo em Shingu; aonde registrará todas as explicações do Fundador durante suas aulas que ele profevessava em Shingu sobre cada dois meses, porque Hikitsuchi Sensei queria compreender tudo o que era dito por O'Sensei.

O estudo do Kojiki, passou a ser primordial, quando Mestre Ueshiba que era necessário estudá-lo para entender o Aikido.

De acordo com Clint George, um dos peimeiros discipulos de Mestre Hikitsuchi, que treinou em seu Dojo em Shingu por 15 anos a técnica denominada de "Shingu bojutsu" consistia de quatro níveis:

• Ikkyo - estudo das formas fundamentais

• Nikyo - estudo das formas, que explora o movimento circular

• Sankyo - estudo das formas que explora a tridimensionalidade e o movimento esférico

• yonkyo - Jiyuwaza - livre circulação de movimento, sem movimentos esteriotipados ou coreografados.

Hikitsuchi impressionava os outros professores em Shingu por causa de sua capacidade de recitar quase textualmente os discursos Ueshiba O'Sensei. Ele também tinha conhecimento extensivo do xintoísmo Norito (cantando) e dos ensinamentos espirituais do Kojiki; cuja reverência de para com Morihei Ueshiba e sua mensagem, era total.

Quando o Japão perde a guerra, o comando das tropas americanas de ocupação, proibe a prática de Artes Marciaisem 1945, que só foram liberadas em 1951; o Aikido foi a primeira a Arte a ser liberada, segundo Hikitsuchi Sensei, sendo que o primeiro local a ter o retorno da prática foi Kumano;por isso ser considerado um dos berços desta Arte Marcial por muitos.

(Continua)

Boa Prática.

Oss.

Baseado em artigos sobre Mestre Michio Hikitsuchi e entrevistas do Mestre.

4 comentários:

  1. Muy interesante la primera parte de la biografía de Hikitsuchi Michio Sensei, gracias por compartirla Ricardo
    un abrazo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hola, Carina,
      Hikitsuchi Shihan fue un de los más dedicados discípulos de O'Sensei.
      Muchas gracias por tu comentario.
      Abrazo.

      Excluir
  2. Conozco la historia de éste gran Maestro Ricardo, lo que me parece una pena es la discusión que siempre ha habido dentro del Aikido sobre si Ueshiba le otorgo el 10º Dan antes de morir o no lo hizo, a mi humilde entender es un hecho irrelevante para nosotros los practicantes, es algo que solo debería de importar a estas dos figuras del Aikido y entre ellos quedará. Muchas gracias por el texto, me ha parecido especialmente curioso que el periodo de gestación en Japón contara para la edad de una persona.

    Un abrazo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hola, Guillermo,
      Por lo que sabemos, Ueshiba O'Sensei, otorgaba el grado de Dan, independientemente de Aikikai, como en el caso de Murashige Sensei, entre otros. Realmente es muy curioso la manera antigua de contar edad en Japón.
      Muchas gracias por tu comentario.
      Abrazo.

      Excluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails