Esta Arte Marcial tem por característica resgatar toda Tradição Marcial dos primórdios da civilização japonesa, quando o homem vivia perfeitamente integrado consigo mesmo e com o Universo. Neste conceito, através do treinamento captamos a energia do Grande Universo e depois passamos a utilizá-la, tendo o centro do corpo como área de difusão. Através da consciência do fluxo de energia tudo é possível e podemos esquecer o uso da força física. Com a meditação, esvaziamos a mente e com a prática do Shin’ei Taido também.

Com a mente e o interior pacificados, não há medo, nem raiva, nem angústia nem pânico; saímos das emoções e dos pensamentos. Se considerarmos isto como objetos do aprisionamento humano, entramos na dimensão da Consciencia, aonde nos conduz o Shin’ei Taido. Tanto homens, mulheres, pessoas de todas as idades podem se integrar nesta prática saudável.

Seguidores

sexta-feira, 29 de maio de 2015

Poema de Thich Nhat Hanh

Este é um belo poema "Regando Nossa Floração", que este grande Mestre nos presenteia:

"Todos nós, crianças e adultos, são belas flores.

Nossas pálpebras são exatamente como pétalas de rosa, especialmente quando nossos olhos estão fechados.

Nossos ouvidos são como glórias da manhã ouvindo o som dos pássaros.

Nossos lábios formam uma flor bonita cada vez que sorrir.

E nossas duas mãos são uma flor de lótus com cinco pétalas.

A prática é manter a nossa "floração" viva e presente,

não apenas para o nosso próprio benefício, mas para a felicidade de todos."

Boa reflexão.

Oss.

4 comentários:

  1. Muy bonito este poema reflexión que compartiste Ricardo, muchas gracias,
    un abrazo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Buenos Días, Carina,
      Realmente, este Grande Mestre nos concede este presente, este bello poema que nos habla sobre la interdependencia entre os seres y la naturaleza. Muchas gracias por tu comentario.
      Abrazo.

      Excluir
  2. Qué importante mantener nuestra floración viva y presente hasta el fin de nuestros días. Muchas gracias por este bello poema Ricardo.

    Un abrazo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Buenos Días, Guillermo,
      Es muy verdadera tu reflexión a cerca de este poema, muchas gracias por tu comentario.
      Abrazo.

      Excluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails