Esta Arte Marcial tem por característica resgatar toda Tradição Marcial dos primórdios da civilização japonesa, quando o homem vivia perfeitamente integrado consigo mesmo e com o Universo. Neste conceito, através do treinamento captamos a energia do Grande Universo e depois passamos a utilizá-la, tendo o centro do corpo como área de difusão. Através da consciência do fluxo de energia tudo é possível e podemos esquecer o uso da força física. Com a meditação, esvaziamos a mente e com a prática do Shin’ei Taido também.

Com a mente e o interior pacificados, não há medo, nem raiva, nem angústia nem pânico; saímos das emoções e dos pensamentos. Se considerarmos isto como objetos do aprisionamento humano, entramos na dimensão da Consciencia, aonde nos conduz o Shin’ei Taido. Tanto homens, mulheres, pessoas de todas as idades podem se integrar nesta prática saudável.

Seguidores

quarta-feira, 27 de maio de 2015

A Caminhada e o Zen

O Zen nos proporciona uma jornada muito interessante, se ingressa numa busca e num caminho cujo resultado, ao final de tudo, é percebermos que não existe "eu" ou "você" ou "jornada" ou "caminho"; percebemos que não existe ninguém, tampouco observador, só existe observação.

A dita "Iluminação" ou "Despertar", não trará beneficio algum para o Ego, ao contrário, ele tenderá a se dissolver, por mais contraditório que pareça, o esforço, assim mesmo a experiencia não são as metas do Zen. Tudo irá acontecer de uma maneira natural, a seu tempo, sem muito esforço.

O Mestre Zen Foyan, comparava a tomada de consciência, como se fosse "encontrar nosso pai", que não viamos há muito tempo, é algo tão natural e conhecido, que não tem o que falar ou perguntar, é um reconhecimento instântaneo. A mente se torna "limpa" de toda confusão, havendo a possibilidade para a serenidade.

Para, então, transcender o Ego, o caminho é através do Coração como nos ensinava Sidarta Gautama e os grandes Mestres; nos possibilitante a se unificar com a Grande Mente. Um dos instrumentos para isto é a meditação Zazen, como também praticava Ueshiba O'Sensei e Koichi Tohei Shihan.

Como escreveu Mestre Hui-neng:

"Estando confusos pelos pensamentos,

Vivemos a dualidade nesta vida.

Desvencilhados das idéias,

Vemos a Realidade única."

Termino com esta frase de Mestre Dogen:

"Se você não consegue encontrar a verdade exatamente onde você está, onde mais você espera encontrá-la?"

Boa Reflexão.

Oss.

Baseado em artigos sobre o Zen, entrevistas de Tohei Shihan a Stanley Pranin Sensei e no livro Zen - Palavras Básicas

4 comentários:

  1. Muchas gracias Ricardo por compartir este interesante texto, que lejos que estamos del camino, por lo menos yo,
    un abrazo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Buenos Días, Carina,
      Yo creo que todos esan muy cerca de la conciencia, cada uno a su tiempo.
      Muchas gracias por tu comentario.
      Abrazo.

      Excluir
  2. Excepcional frase la última Ricardo, tiene toda la razón y nunca me había parado a pensarlo. Muchas gracias por compartir estas pequeñas dosis de Zen con todos nosotros.

    Un abrazo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estoy muy contento que tengas gustado, Guillermo, muchas gracias por tu comentário.
      Abrazo.

      Excluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails