Esta Arte Marcial tem por característica resgatar toda Tradição Marcial dos primórdios da civilização japonesa, quando o homem vivia perfeitamente integrado consigo mesmo e com o Universo. Neste conceito, através do treinamento captamos a energia do Grande Universo e depois passamos a utilizá-la, tendo o centro do corpo como área de difusão. Através da consciência do fluxo de energia tudo é possível e podemos esquecer o uso da força física. Com a meditação, esvaziamos a mente e com a prática do Shin’ei Taido também.

Com a mente e o interior pacificados, não há medo, nem raiva, nem angústia nem pânico; saímos das emoções e dos pensamentos. Se considerarmos isto como objetos do aprisionamento humano, entramos na dimensão da Consciencia, aonde nos conduz o Shin’ei Taido. Tanto homens, mulheres, pessoas de todas as idades podem se integrar nesta prática saudável.

Seguidores

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Além da Forma e das Palavras

Lendo textos sobre Morihei Ueshiba O’Sensei, encontrei referencias em que ele mencionava que toda a sua técnica provem do espírito, do interior da mente e do coração; a forma á algo puramente secundário, pois o espírito é livre e vazio.

 Se o indivíduo se foca no corpo e no formato da técnica, existe limitação, pois a mente egoica tenta aprisionar o espírito, que é livre. Quando se atinge um estado em que a mente está vazia e não-presente, ensinava O’Sensei, as mãos se dirigem para as áreas vitais e exatas para o momento, executando-se a técnica com perfeição. 

O Mestre Ueshiba estimulava seus discípulos a criarem e desenvolverem sua técnicas afirmando que “não se deve simplesmente copiar e repetir técnicas antigas”, que com a unificação do espírito com o corpo, obteremos a capacidade de realizar e gerar técnicas “vivas”; “técnicas com formas criadas pela mente apresentam componentes não- naturais (...) quando uma situação planejada acontece, as formas pré-concebidas irão falhar.(...) 

Quando capturados e acorrentados pela forma pré-concebida, coração e mente falham em progredir. Liberte-se das formas antigas e elabore novas formas. Continuamente permita o nascimento de nova foma, gerada de acordo com a situação que se apresenta.” 

Transmitiu a seu discípulo Sunadomari Sensei que devemos adotar a postura mental em que tomamos o Ki do Amor como mentalidade primordial:

 “O Aiki do qual os artistas marciais falam, e, o Aiki do qual eu falo, são fundamentalmente diferente, ambos, em essência e substância. É espero sinceramente que vocês possam refletir profundamente. (...) 

Esta é a Via do Servir, que atua através do espirito do Amor de Deus e da Harmonia do Universo, para a realização da função que cabe a cada um de nós. Essa via é o caminho do Universo; praticar Aiki é praticar as técnicas divinas. Ponha isso em prática e o poder do Universo irá surgir e vocês estarão em sintonia com o Universo.”

O’Sensei sempre transmitia seus ensinamentos durante as práticas, muitos deles pela demonstração; quando perguntado porque o fazia desta maneira ele respondeu: 

“Não importa quantas palavras são escritas, não importa quantas palavras são ditas, este Budo está além da descrição.” 

Boa Reflexão. 

Oss. 

Baseado nos textos dos livros “Aikidō no kokoro : Kokyū-ryoku” e “Aikidō de satoru” de Kanshu Sunadomari Sensei.

4 comentários:

  1. Me gusta la idea de la adptabilidad a cualquier situación, sea como surja, y una respuesta no preconcebida, dejando fluir y adaptándose. Creo que lo comenté en una entrada anterior, fue Bruce Lee el que dijo "Be water my friend".

    Un abrazo Ricardo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Buenas Tardes, Guillermo,
      Esta es una gran enseñanza de O'Sensei, sin forma sin técnica preconcebida, es la práctica del Tada Ima (koko to ima ; aqui y ahora), cuando el movimiento natural fluye y la técnica ocurre de forma natural.
      Si, tu has citado Bruce Lee en una entrada anterior.
      Muchas gracias por tu comentário.
      Abrazo.

      Excluir
  2. Hola Ricardo

    Muchas gracias por esta hermosa reflexión y enseñanza, es verdad copiar la técnica, es simplemente un movimiento y con ello no avanzas, sirve para empezar, pero sólo si mente y cuerpo están unidos avanzamos

    un abrazo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Buenas tardes, Carina,
      Estoy de acuerdo contigo, visto que O'Sensei siempre nos habló de la importancia de la unificación de cuerpo y mente, pero sin olvidarmos del Corazón, del Ki del Corazón.
      Muchas gracias por tu comentário.
      Abrazo,

      Excluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails