Esta Arte Marcial tem por característica resgatar toda Tradição Marcial dos primórdios da civilização japonesa, quando o homem vivia perfeitamente integrado consigo mesmo e com o Universo. Neste conceito, através do treinamento captamos a energia do Grande Universo e depois passamos a utilizá-la, tendo o centro do corpo como área de difusão. Através da consciência do fluxo de energia tudo é possível e podemos esquecer o uso da força física. Com a meditação, esvaziamos a mente e com a prática do Shin’ei Taido também.

Com a mente e o interior pacificados, não há medo, nem raiva, nem angústia nem pânico; saímos das emoções e dos pensamentos. Se considerarmos isto como objetos do aprisionamento humano, entramos na dimensão da Consciencia, aonde nos conduz o Shin’ei Taido. Tanto homens, mulheres, pessoas de todas as idades podem se integrar nesta prática saudável.

Seguidores

domingo, 14 de julho de 2013

Bodhisattva Kannon e o Senso-ji






















Após a visita ao Templo Budista Senso-ji, eu pude compreender um pouco mais sobre o Caminho do Coração das Artes Marciais , assim como as palavras de Ueshiba O'Sensei e outros Grandes Mestres. Este Templo está localizado em Asakusa, no bairro de Taito; considerado o mais antigo templo em Tóquio e um dos mais significativos, é dedicado à divindade Bodhisattva Kannon.


A lenda diz que, em 17 de Maio 628, durante o reinado da imperatriz Suiko, dois irmãos Hinokuma (Hamanari e Takenari) pescavam no Rio Sumida, quando encontraram em suas redes uma estátua da deusa Kannon; esta descoberta chegou aos ouvidos do senhor da, então, vila, Haji no Nakamoto, que mandou chamar os irmãos. Quando os irmãos chegaram, Nakamoto San começou a fazer um apaixonado sermão de Buda, falando que Kannon é um Bodhisattva e explicando sua natureza.

Os irmãos Hinokuma ficaram muito impressionados e se converteram ao Budismo. Haji no Nakamoto reconheceu a santidade da estátua, se dedicando a remodelar a sua casa em um pequeno templo em Asakusa, para que os moradores pudessem adorar a estátua de Kannon; após isto os três homens se consagraram a pregar o Caminho Budista.




O primeiro templo foi construído em 645 e o Xogun Tokugawa Ieyasu designa Templo de Senso-ji como templo sob a tutela do clã Tokugawa, estando associado à seita Tendai, sendo que após 1946, torna-se independente. 

Temos, na entrada, o denominado “Portão do Trovão” (Kaminarimon), que possui uma enorme lanterna de papel pintada de vermelho e com kanjis em preto, representando nuvens de tempestade e relâmpagos. A enorme lanterna é recolhida no Festival, devido ao enorme numero de transeuntes. Se observarem os kanjis, da lanterna, na parte frontal esta escrito, Kaminarimon (雷門); já no verso encontraremos o seu nome integral Fūraijinmon (風雷神門).

A rua de acesso ao Templo se chama Nakamise-Dori, do início do século 18, quando foi concedida a permissão para lojas no acesso ao templo. Em 1885, esta rua teve suas lojas reconstruídas em alvenaria, no estilo ocidental. Em 1923, com o Grande Terremoto de Kanto, muitas lojas foram destruídas; passou por reconstruções sucessivas em 1925 e depois de 1945.


Após esta rua, encontramos o segundo portal, designado como o “Portão da Casa do Tesouro” (Hōzōmon). Observando esta construção, encontraremos duas figuras dos Guardiões do Buda, os denominados Niō, uma estátua de cada lado. De acordo com a Tradição japonesa, eles teriam viajado com o Buda historic, para protegê-lo e são considerados manifestações do Bodhisattva Vajrapāni. Já os kanjis desta lanterna exibem o nome da cidade Kobunachō (小舟 町), pois em 2003, a população daquela localidade fez uma enorme doação em comemoração aos 400 anos do início do período Edo,

Ambos os Portais foram construídos por Taíra no Kinmasa, o externo em 941 e o externo em 942; ambas refeitas pelo primeiro Shogun Tokugawa.


No interior do complexo, após passarmos o portal, ao lado encontramos imponente pagode de cinco andares, com um sistema de pendulo, para evitar que seja destruída por terremotos (dizem que este sistema surgiu no século 17) e, ao fundo, a construção principal dedicada a Kannon Bosatsu.

Neste complexo O Senso-ji é realizado, todos os anos, a maior e mais popular Festividade Xintoista de Tóquio; denominada Sanja Matsuri, dura cerca de quatro dias, comemorando o final da primavera.

Morihei Ueshiba O’Sensei escreveu em suas memórias:

“Eu anseio pelo dia quando este venha a ser, eu gostaria de ver todas as pessoas se dispusessem a mudar em si mesmos, se tornando como o Bodhisattva Kannon (Avalokitesvara).”

Boa Semana.

Oss.

Baseado em informações de Reiko Ishii Sensei durante nossa visita ao Complexo do Templo, Texto de Morihei Ueshiba O’Sensei e artigos sobre o Templo em Asakusa.

4 comentários:

  1. Buenos días Ricardo,
    Que buena guía tuvieron en su visita a Tokio, muchas gracias por compartir esta interesante información sobre el templo Senso-ji y O Sensei,
    Un abrazo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Buenos Días, Carina,
      Si, es verdad, en efecto Reiko Sensei tiene un amplio conocimiento de la Tradición Japonesa, su esposo es Shihan de la Asociación Wado Ryu Karate de Chiba.
      Gracias por tu comentário.
      Abrazo.

      Excluir
  2. Ricardo, muchas gracias por llevarnos nuevamente de excursión jejeje, y por la lección de historia!

    Un abrazo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hola, Guillermo,
      Pienso que es un local que te gustaria mucho. Es un hermoso lugar para la espiritualidad.
      Abrazo.

      Excluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails