Esta Arte Marcial tem por característica resgatar toda Tradição Marcial dos primórdios da civilização japonesa, quando o homem vivia perfeitamente integrado consigo mesmo e com o Universo. Neste conceito, através do treinamento captamos a energia do Grande Universo e depois passamos a utilizá-la, tendo o centro do corpo como área de difusão. Através da consciência do fluxo de energia tudo é possível e podemos esquecer o uso da força física. Com a meditação, esvaziamos a mente e com a prática do Shin’ei Taido também.

Com a mente e o interior pacificados, não há medo, nem raiva, nem angústia nem pânico; saímos das emoções e dos pensamentos. Se considerarmos isto como objetos do aprisionamento humano, entramos na dimensão da Consciencia, aonde nos conduz o Shin’ei Taido. Tanto homens, mulheres, pessoas de todas as idades podem se integrar nesta prática saudável.

Seguidores

sexta-feira, 21 de junho de 2013

Caminho das Raízes (Kinone Michi)


























Após chegarmos ao Kurama Dera, no Monte Kurama, Saito Kimiko Sensei nos levou ao Kinone Michi (Caminho das Raizes das Arvores), que é a estrada para o Santuário de Kibune. Era dia do Festival de Wesak, a primeira lua cheia de maio, que seria a época em que Sidarta Gautama alcançou a iluminação.

Este bosque, é referencia na história de Grandes Mestres e Samurais, foi o local que Mikao Usui alcançou a Iluminação, Morihei Ueshiba O-Sensei meditava e aprimorava sua técnica, aonde Minamoto no Yoshitune desenvolveu sua Arte do Kenjutsum entre outros. Também tem correlação com as práticas de Tadao Okuyama Sensei e Inoue Doshu.

Desde o inicio da caminhada, a partir da estação do Monte Kurama, são escadarias e ladeiras forte, porem a paisagem e a atmosfera é compensadora; uma atmosfera única e com pequenos santuários e muita água. A subida pelo outro lado é mais íngreme e muito mais cansativa.

É muito inspirador saber que Ueshiba O-Sensei e Mikao Usui andaram por este recantos maravilhosos. Ficava pensando quantos outros Grandes Mestres também. Chega um instante que nossa mente fica vazia e nos focamos sómente no instante presente.

Ao chegarmos ao Kurama Dera, uma visão magnífica, aproveitar para descansar e orar no Templo, pois a caminhada ainda não acabou. O Templo é muito bonito, assim como seus arredores.

Agora começa a parte mais íngrime, quando inicia a subida para a Floresta. Lembrar que além dos sapos cantantes, que estão ocultos na folhas e regatos, existem cobras e que devemos ficar nas trilhas.

A visão das raízes expostas é incrível, e quando chegamos a parte plana da floresta, é mais incrível ainda. É ali que Minamoto no Yushitune recebeu os ensinamentos do Grande Mestre Tengu (segundo alguns escritos, este seria um monge ou um sacerdote Yamabushi, talvez de tradição budista, que tinha cabelos brancos e um nariz avantajado); aprendendo a se locomover rápidamente entre estas raízes expostas e a manejar exímiamente a espada. Ueshiba O-Sensei relatou que aprimorou sua Arte da Espada também neste local. E finalmente chegamos ao local que Mestre Usui e outros Grandes Mestres meditaram; um local com um ambiente de muita Paz e Quietude.

Acho que as fotos falam por si. 























Agradeço a Mestra Olivia Saito Kimiko que muito gentilmente nos levou ao Monte Kurama e nos proporcionou momentos inesquecíveis.

Oss.

4 comentários:

  1. Buenos días Ricardo,
    Es cierto entrenar en este bello lugar puede enseñar mucha a la hora de moverte. Gracias por compartir tus vivencias y las fotos de este tranquilo lugar que denota la paz que transmite,
    un abrazo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Buenos Dias, Carina,
      Este es un lugar fantastico, tanto para practicas del Budo como de meditacion.
      Gracias por tu comentário.
      Excelente sábado para ti.
      Abrazo.

      Excluir
  2. Muchas gracias por llevarnos a este lugar contigo Ricardo, si esas raíces hablaran tendrían muchos secretos que contar.

    Un abrazo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Buen Dia, Guillermo,
      Si, Estimado Amigo,este lugar está lleno de recuerdos, de enseñanzas no se hablan. Muy buena tu percepcion.
      Gracias por tu comentario.
      Abrazo.

      Excluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails