Esta Arte Marcial tem por característica resgatar toda Tradição Marcial dos primórdios da civilização japonesa, quando o homem vivia perfeitamente integrado consigo mesmo e com o Universo. Neste conceito, através do treinamento captamos a energia do Grande Universo e depois passamos a utilizá-la, tendo o centro do corpo como área de difusão. Através da consciência do fluxo de energia tudo é possível e podemos esquecer o uso da força física. Com a meditação, esvaziamos a mente e com a prática do Shin’ei Taido também.

Com a mente e o interior pacificados, não há medo, nem raiva, nem angústia nem pânico; saímos das emoções e dos pensamentos. Se considerarmos isto como objetos do aprisionamento humano, entramos na dimensão da Consciencia, aonde nos conduz o Shin’ei Taido. Tanto homens, mulheres, pessoas de todas as idades podem se integrar nesta prática saudável.

Seguidores

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Hara, Respiração e Postura
















Li a versão inglesa de um artigo que chama atenção como o método de respiração afeta o Hara no Tanden e do centro de gravidade; atuando na saúde e postura.

Devemos lembrar, que para os praticantes do Wushu, Qigong e outras praticas orientais, existe o conceito que o Tanden constitui um cuidado de saúde, obtido através do trabalho consciente neste ponto. Interessante observar que para chineses e japoneses são três centros de energia, enquanto os indianos falam em sete e os tibetanos em seis. Porem, no sistema sino-japonês o Tanden tem suas subdivisões; no caso do Hara ele é dividido em parte inferior que está no períneo, correspondendo ao chakra básico, a parte central que vai até o que corresponde ao terceiro chakra.

O Tanden utilizado por esta pesquisa foi localizado na profundidade do que foi designado como “fundo do Tanden do umbigo”. No entanto, a partir do "Kichin-Tanden", que é uma das formas para a prática de técnicas de respiração, o centro de gravidade é concebido para mover-se pelo método de respiração, e investigada a relação entre a posição Hara no Tanden e do centro de gravidade; foi observado se haveria alguma alteração devido ao método de respiração. 

Observou-se existir uma grande diferença entre um praticante experiente e uma pessoa inexperiente. Uma maior possibilidade de que o centro de gravidade estava de acordo com o método de respiração consciente abdominal foi provada, segundo os autores.

Outro artigo diz que através da "mente abdome Shen" (o abdome que sente e guarda as emoções como o medo) pode-se  observar um "movimento natural com sentimento, sem desconforto".  Com esta integração você pode abrir o portão para o plexo solar (visto como Portão da Vida), causando um sentimento de bem estar. Coincidentemente vai deixar o quadril naturalmente solto.

O autor alerta que no abdômen estão guardados sentimentos de nossos primeiros anos de vida, muitas vezes sensações desagradáveis escondidas, que impedem a energia de progredir para os Tanden superiores.

Como é explicado em várias Escolas de Terapias Corporais, estas emoções levam a bloqueios musculares e diafragmáticos, que são expressados através da postura corporal. Como, dentro desta linha de pensamento dos autores, a porção superior do corpo se “apoiaria” no Hara no Tanden; o trabalho respiratório deve ser consciente, com a participação conjunta de abdome e tórax.

Boa Prática.

Oss.

Baseados em artigos sobre Qigong, Wushu, e Terapias Corporais.

2 comentários:

  1. Muy interesante artículo, gracias por compartirlo Ricardo, un abrazo

    ResponderExcluir
  2. buen Dia, Carina,
    Gracias a ti.
    Abrazo.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails