Esta Arte Marcial tem por característica resgatar toda Tradição Marcial dos primórdios da civilização japonesa, quando o homem vivia perfeitamente integrado consigo mesmo e com o Universo. Neste conceito, através do treinamento captamos a energia do Grande Universo e depois passamos a utilizá-la, tendo o centro do corpo como área de difusão. Através da consciência do fluxo de energia tudo é possível e podemos esquecer o uso da força física. Com a meditação, esvaziamos a mente e com a prática do Shin’ei Taido também.

Com a mente e o interior pacificados, não há medo, nem raiva, nem angústia nem pânico; saímos das emoções e dos pensamentos. Se considerarmos isto como objetos do aprisionamento humano, entramos na dimensão da Consciencia, aonde nos conduz o Shin’ei Taido. Tanto homens, mulheres, pessoas de todas as idades podem se integrar nesta prática saudável.

Seguidores

sábado, 30 de junho de 2012

A Vitória sem Luta



























Existe na tradição japonesa um conto que nos fala sobre uma das três modalidades de vitória; a primeira seria após ter lutado, a segunda antes de lutar e a terceira sem haver qualquer embate. Os Grandes Mestres ensinavam a desenvolver uma atitude que desestimulasse qualquer intenção de ataque por parte do possível adversário, para isto, ao mesmo tempo é necessário Zanshin e o Tada Ima.

Certa feita, um Samurai viajava numa missão para o seu Daimyo, após um dia inteiro de viagem, resolver ficar numa estalagem. Após banhar-se, foi ao salão pedir uma refeição e logo foi notado por 3 larápios errantes que estavam bebendo, devido as suas vestes e a sua espada magnificamente decorada. Os três malandros perceberam que o Samurai, além da espada valiosa, devia portar boa quantia em dinheiro; porem, roubar a espada de um samurai, apenas matando-o.

Os 3 comparsas arquitetaram um plano, que eram guerreiros sem senhor, confiando estarem em maior número, e fingiram estarem bêbados, dirigindo ofensas ao Samurai, que permanecia impassível. Os guerreiros continuavam a perturbar; porem não havia qualquer reação por parte do emissário do Daimyo.

Estavam nas monções, fazia muito calor e havia muita umidade, o que trazia moscas para o ambiente. Três moscas começaram a sobrevoar ao lado do prato do Samurai; rapidamente, sem parecer sair da imobilidade, este saca a sua chibata que estava presa à cintura e mata as três moscas de uma só vez.  Ele guarda o pequeno chicote e volta a comer tranquilamente.
Vendo a maestria do sacar e golpear certeiro do viajante, os guerreiros desistiram de roubá-lo e, assustados com a perícia, partiram para outro lugar.

Termino com as palavras de O-Sensei Ueshiba:

“Se alguém tenta lutar comigo, isto significa que ele vai quebrar a harmonia com o universo, pois eu sou o universo. No momento em que lhe vem o desejo de lutar comigo, ele está derrotado.

Vitória sem lutar é dissuadir o adversário de seu ímpeto.”

Boa Reflexão.

Oss.

Baseados em artigos sobre Budo e O-Sensei Ueshiba.

2 comentários:

  1. Muy buena historia, gracias Ricardo, hoy me comentó uno de los maestros, que los que atacan tiene que pensar mucho en como atacar, mientras que nosotros sólo tenemos que defendernos asi siempre estamos preparados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Buen Día, Estimada Carina
      O-Sensei dijo que si nosotros
      nos centramos en el corazón, el Camiño para la Victoria es la
      expresión del Amor Incondicional. Porque nosotros somos el Universo;
      el Universo está en nosotros, no hay por dentro y por fuera, no hay yo y el otro.
      Quién nos ve como un adversario, es porque está lejos de la Armonización, con el Universo, por lo que ya está derrotado.
      Muchas Gracías y Excelente Día para ti.
      Namastê.

      Excluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails