Esta Arte Marcial tem por característica resgatar toda Tradição Marcial dos primórdios da civilização japonesa, quando o homem vivia perfeitamente integrado consigo mesmo e com o Universo. Neste conceito, através do treinamento captamos a energia do Grande Universo e depois passamos a utilizá-la, tendo o centro do corpo como área de difusão. Através da consciência do fluxo de energia tudo é possível e podemos esquecer o uso da força física. Com a meditação, esvaziamos a mente e com a prática do Shin’ei Taido também.

Com a mente e o interior pacificados, não há medo, nem raiva, nem angústia nem pânico; saímos das emoções e dos pensamentos. Se considerarmos isto como objetos do aprisionamento humano, entramos na dimensão da Consciencia, aonde nos conduz o Shin’ei Taido. Tanto homens, mulheres, pessoas de todas as idades podem se integrar nesta prática saudável.

Seguidores

sábado, 28 de abril de 2012

A Iluminação de Morihei Ueshiba O-Sensei
























Este fato foi algo que muito marcou a todos nós que praticávamos no dojo de Copacabana, nos anos 70. 
Livros sobre Aikido eram raríssimos no Brasil naquela época, e seu Clóvis nos trouxe um livro, em inglês, e começou a fazer a tradução do texto. Ele nos contou que foi este relato de Morihei Ueshiba que mais o emocionava, Lágrimas de Gratidão pela compreensão do Amor Divino e Universal.

Em 1925, Morihei foi transformado por uma visão, por ele definida, como divina. Desafiado por um oficial da Marinha Imperial Japonesa para um duelo, O-Sensei aceita e comparece desarmado. O oficial se sente ofendido por esta atitude e passa a atacar furiosamente.  Ueshiba Sensei parecia pré-meditar cada ataque do bokken, com tranqüilidade esquivava das investidas facilmente, sendo que oponente raivoso fica exausto e se considera derrotado.

Após este confronto, O-Sensei vai molhar sua face em uma fonte do jardim, quando está passando a água em seu rosto, tem uma revelação (Iluminação ou Satori). Tem a visão que o Universo brotava do solo e sentia-se envolvido por uma luz dourada.  Despertando para a Natureza da Criação, O-Sensei, diz :

"De repente, parecia que o Céu desceu. Da terra, ergue-se como uma fonte de energia dourada. Esta energia quente me rodeia, e meu corpo e minha mente se tornaram muito mais leves e  claras. Eu poderia até entender a música dos pequenos pássaros ao meu redor.

Neste instante, eu pude compreender que o trabalho da minha vida no Budo foi realmente baseado em Amor e as leis divinas da Criação. Eu não pude conter as lágrimas, e chorava sem cessar. Desde aquele dia, eu sabia que esta grande terra em si é minha casa e meu lar.  O sol, a lua e as estrelas são minhas. Desde aquele dia eu nunca senti qualquer apego à propriedade e posses."

Após isto, O-Sensei define que o Caminho do Guerreiro é manifestar o Amor Divino e Universal, um espírito que envolva e nutra todas as coisas; não é destruindo mas protegendo todos os seres vivos.

Boa Reflexão.

Oss.

Baseado em textos sobre a Vida de O-Sensei Morihei Ueshiba.

2 comentários:

  1. Gracias, Carina,
    Sí, esta historia del Despertar de O-Sensei, es algo que nos emociona.
    Buen Finde.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails