Esta Arte Marcial tem por característica resgatar toda Tradição Marcial dos primórdios da civilização japonesa, quando o homem vivia perfeitamente integrado consigo mesmo e com o Universo. Neste conceito, através do treinamento captamos a energia do Grande Universo e depois passamos a utilizá-la, tendo o centro do corpo como área de difusão. Através da consciência do fluxo de energia tudo é possível e podemos esquecer o uso da força física. Com a meditação, esvaziamos a mente e com a prática do Shin’ei Taido também.

Com a mente e o interior pacificados, não há medo, nem raiva, nem angústia nem pânico; saímos das emoções e dos pensamentos. Se considerarmos isto como objetos do aprisionamento humano, entramos na dimensão da Consciencia, aonde nos conduz o Shin’ei Taido. Tanto homens, mulheres, pessoas de todas as idades podem se integrar nesta prática saudável.

Seguidores

quarta-feira, 11 de abril de 2012

Adeus ao Grande Mestre


































Na noite de ontem, faleceu o querido Amigo e Mestre Jose Maria Ribamar Santos Martins, Segundo Dan de Judo e Sexto Dan de Aikido, Aikikai, discipulo de Teruo Nakatani Sensei, primeiro aluno direto de Morihei Ueshiba a introduzir o Aikido no Brasil.
Martins Sensei,nascido no Maranhã em 1933, iniciou seus estudos com Natakani Sensei em 1965, no Rio de Janeiro, sempre apaixonado pelo estilo marcante de Koichi Tohei Sensei.
Ele e seus colegas de Dojo, se dedicaram de corpo e alma à prática com Nakatani Sensei, recebendo o grau de Shodan em 1971.
Quando transferido para trabalhar em Brasilia, em 1972,logo se incubiu de iniciar a prática do Aikido nos Distrito Federal; a partir daí começou uma grande difusão por esta região do país. Foi o fundador da Academia Brasiliense de Aikido (ABA), com Dojos no Cota Mil Iate Clube e na Cia. Atlética; muito atuante como Ministro da Igreja Messiânica Mundial.
Sensei Martins sempre nos transmitia o Ensinamento do Coração, além dos Supremos Ensinamentos do Budo e do Aikido. Mesmo durante os últimos anos de sua vida, apesar da doença, exceto quando hospitalizado, nunca deixou de comparecer ao Dojo e compartilhar a sua experiência.
Sei o quanto amava o Aikido, lecionava de forma vibrante, sempre leal aos ensinamentos, aos mestres e discípulos; é verdadeiro exemplo à todos os praticantes das Artes Marciais.
Me despeço de vocês afirmando que sentirei muitas saudades deste Amigo e Mestre. Minha gratidão à Mestre Martins.
Oss.

2 comentários:

  1. Lo siento mucho Ricardo. Siempre permanecerá en su corazón y estará presente en sus recuerdos de sus clases de Aikido.
    Un abrazo
    Carina

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails