Esta Arte Marcial tem por característica resgatar toda Tradição Marcial dos primórdios da civilização japonesa, quando o homem vivia perfeitamente integrado consigo mesmo e com o Universo. Neste conceito, através do treinamento captamos a energia do Grande Universo e depois passamos a utilizá-la, tendo o centro do corpo como área de difusão. Através da consciência do fluxo de energia tudo é possível e podemos esquecer o uso da força física. Com a meditação, esvaziamos a mente e com a prática do Shin’ei Taido também.

Com a mente e o interior pacificados, não há medo, nem raiva, nem angústia nem pânico; saímos das emoções e dos pensamentos. Se considerarmos isto como objetos do aprisionamento humano, entramos na dimensão da Consciencia, aonde nos conduz o Shin’ei Taido. Tanto homens, mulheres, pessoas de todas as idades podem se integrar nesta prática saudável.

Seguidores

sábado, 3 de setembro de 2011

Monte Kurama e os Mestres



















Conforme a tradição japonesa, o Monte Kurama e outros montes, são locais de aprimoramento e busca da Iluminação (ou aperfeiçoamento, no caso de Mestres do Budo e Samurais). Neste monte, são incontáveis as histórias sobre personalidades da história do Japão.

Um relato do século 12 diz que os peregrinos, apesar do desejo de subir neste Monte, em busca da purificação, desistiam de fazê-lopor medo das figuras lendárias dos denominados Tengu. Um texto antigo relata que desde os tempos imemoriais, que este Monte é habitado por um grande numero destas figuras, tidas como demônios por uns e disciplinadores por outros. Existem, neste local, vários obstáculos naturais, além do perigo de ursos e cobras venenosas, que habitam no meio da floresta.

A fundação do templo, é atribuída a uma data posterior a 770DC, sendo que neste local, existem vários relatos de experiências de tomada de consciência com a figura de Senju Kannon ( Kuanin, A Deusa dos Mil Braços). Este templo já foi reconstruído várias vezes e várias Escolas budistas já passaram por este templo, sendo que desde 1945, temos um ramo do Tendai, a Escola Kurama Kôkyô.

Muitos vêm a este local para praticar a denominada Meditação da Estrela da Manhã (Vênus), quando lá estão no período de peregrinação, o que pode levar cerca de 21 a 22 dias; por isso existem as pequenas cabanas individuais espalhadas, para o peregrino pernoitar.

A tradição conta que, há seis milhões de anos, a figura mítica de Maôson, desceu de Vênus, através de sua luz, para o Monte Kurama. Muito tempo depois, foi lá que transmitiu seus conhecimentos ao monge Kantei (discípulo de Ganjin), em 770.

Interpreta-se que o simbolismo das três figuras míticas da trindade Sonten do Templo Kuramadera (Maôson, Bhishamonten e Senju Kannon) representariam a Alma Universal - Luz Gloriosa - Fluxo da Mente; para outros Poder – Luz – Amor respectivamente.

Conta-se, que os Tengu ensinaram as técnicas à grandes mestres espadachins e guerreiros, assim como aos ninjas. Muitos estudiosos, afirmam que o solo da floresta que lá existe (Kinone Michi), cheia de raízes expostas, faz com que a habilidade da pessoa na prática de técnicas marciais melhore muito, associado aos obstáculos naturais da floresta e das caminhadas, que vai aprimorando o praticante. As raízes expostas, vão melhorar muito o trabalho de pés, pernas e deslocamentos. Some-se a isto as práticas ascéticas, que melhoram muito a capacidade física. Outros vão relatar toda a perícia das figuras mitológicas e divinas que habitam o local.

O importante é ressaltar o que aconteceu no Monte Kurama e sua presença no desenvolvimento de várias Escolas, sejam marciais ou não. Entre muitas personalidades descritas em textos, podemos citar:
Minamoto no Yoshitsune, ( nascido em 1159 e falecido em 15 de junho de 1189) famoso general Samurai do Clã Minamoto, que recuperou o prestigioso do destroçado Clã e cuja história faz parte do folclore japonês, com muitos feitos históricos e legendários. Sua vida, tanto notável como trágica, já foi representada em obras clássicas e tradicionais da época como o Conto dos Heike (Heike Monogatari - relatos sobre a luta entre os clãs Minamoto e Taira, no final do século XII), em peças do Teatro Nô e Kabuki. 

Ainda encontramos a floresta aonde Yoshitune treinava e existe um santuário em sua homenagem. Conta a tradição, que após seu treinamento, pode enfrentar o famoso monge-guerreiro Benkei; ganhou a contenda por esgotar físicamente o adversário pela grande agilidade e saltos. Benkei tornou-se discípulo de Yoshitune pelo resto de sua vida.

Morihei Ueshiba O'Sensei, o fundador do Aikido, que durante um período de sua vida foi treinar nas florestas do Monte Kurama. Passava o dia todo a treinar com sua espada e emitia poderosos “kiai”. Após meses, as pessoas que habitavam os arredores, muitos peregrinos, chamaram as autoridades locais, pois tinha medo de ver O'Sensei manusear a katana no vazio, como se atacasse alguém que não existisse. Os soldados que foram chamados, logo reconheceram o grande Mestre e lhe solicitaram para parar, para não fazer mais aquilo. O'Sensei explicou-lhes que treinava com os Tengu, e que sua habilidade melhorava muito, a cada dia. O'Sensei sempre praticou meditação e outras práticas do Shugendô.

Mikao Usui, considerado o fundador do Teate (ou Reiki), grande estudioso das tradições e práticas japonesas, cujas pesquisou por anos. Usui Sensei subiu ao Monte Kurama para um retiro de 21 dias, onde ficou meditando (especula-se ser a Meditação da Estrela da Manhã). No final do vigésimo primeiro dia, diz ter visto uma claridade vindo da Estrela da Manhã (Vênus) entrou em transe. Foi assim que recebeu os ensinamentos, segundo ele, por Dainichi Nyorai. Autores afirmam que Usui Sensei já pesquisava praticas tradicionais de tratamento, mas foi a estada no Monte Kurama o ponto mais importante de seu aprimoramento.

Bom Fim de Semana.

Oss.

Baseado em artigos sobre o Monte Kurama, Mikao Usui Sensei, Morihei Ueshiba O'Sensei e Minamoto no Yoshitune.

2 comentários:

  1. buenas noches Ricardo,
    Muy interesante este artículo, sobre todo la parte de O Sensei, estuve mirando y en Wikipedia dice que enel Monte Kurama se celebra cada 20 de Junio la milenaria Ceremonia del corte del bambú que, además de expresión de agradecimiento por el agua, simboliza la destrucción de la maldad y el establecimiento de la justicia.
    Gracias por compartirlo
    un abrazo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Buenas Noches, Carina,
      Realmente el Monte Kurama es muy importante para los practicantes de Artes Marciales, y fue muy importante para O'Sensei, también. Se realizan muchas ceremonias y festividades durante todo el año, en el Monte Kurama, como : Hatsutora festival, Setsubun ceremony, Hanakuyo (festa das flores em Abril), Festival da Lua de Wesak ( en Maio, cuando estuvimos alli), Takekiri Ceremony ( la que tu mencionaste), Nyoho Shakyoe, Yoshitune Festival, Festival de Otoño (14 de octobre) y Festival del Fuego (22 de Octobre). Monte Kurama es un lugar que todos deben visitar.
      Gracias por tu comentário.
      Abrazo.

      Excluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails