Esta Arte Marcial tem por característica resgatar toda Tradição Marcial dos primórdios da civilização japonesa, quando o homem vivia perfeitamente integrado consigo mesmo e com o Universo. Neste conceito, através do treinamento captamos a energia do Grande Universo e depois passamos a utilizá-la, tendo o centro do corpo como área de difusão. Através da consciência do fluxo de energia tudo é possível e podemos esquecer o uso da força física. Com a meditação, esvaziamos a mente e com a prática do Shin’ei Taido também.

Com a mente e o interior pacificados, não há medo, nem raiva, nem angústia nem pânico; saímos das emoções e dos pensamentos. Se considerarmos isto como objetos do aprisionamento humano, entramos na dimensão da Consciencia, aonde nos conduz o Shin’ei Taido. Tanto homens, mulheres, pessoas de todas as idades podem se integrar nesta prática saudável.

Seguidores

domingo, 15 de maio de 2011

Kokyu, Ki e Equilíbrio Energético
























Como conversamos anteriormente, a respiração correta é um dos melhores métodos para a conservação do equilíbrio orgânico. A velocidade de informações, os desafios do ambiente profissional, as tensões do trânsito, entre outros fatos do cotidiano; levam ao acumulo de “toxinas” advindas do mecanismo de estresse. A musculatura tensa, vai, pouco a pouco, diminuindo a amplitude da respiração; a tensão fica crônica, desencadeando ansiedade.

A cultura japonesa, desenvolveu um método denominado Joshin –Kokyu, que se refere a uma respiração completa, envolvendo tanto o Tanden inferior (Hara ou Seika no Tanden) como o Tanden médio ( Naka no Tanden). Segundo os ensinamentos, esta respiração leva a exoneração das toxinas.

Na literatura, recomenda-se sentar-se numa posição confortável, ou em Seiza ou sentado, porem sem cruzar as pernas. Inspire lentamente pelo nariz, projetando o ar ( e focando a mente) para o Hara, com as palmas das mãos voltadas para cima e apoiadas na porção superiores dos membros inferiores. Assim que o Hara está “repleto”, projeta-se a respiração para área de Naka no Tanden, e agora se retem por alguns segundos. Solta-se o ar entre os lábios,ponta da lingua no palato.
O pensar começa a ficar mais lento, e com o tempo, a mente fica vazia; passamos a experimentar o momento presente. A mente retorna para o seu estado original, vazio, aumentando nossa percepção da Realidade.
A técnica de Joshin- Kokyu, quando praticada uma a duas vezes ao dia, por cerca de 10 minutos, leva a uma modificação dos hábitos respiratórios, assim como diminui, em muito, a tensão. Nosso organismo se sente revitalizado.
Com o tempo, poderemos observar a intregação dos 3 tandens. Esta prática pode ser estendida ao Dojo, tanto em Seiza quanto na prática do Kokyu-Ho levando a integração de Seika – Naka – Kami Tandens.
Boa prática.
Oss.
Baseado em livros de O-Sensei Ueshiba, O-Sensei Usui, Aoki Sensei, De Carly Sensei, Gleason Sensei.

2 comentários:

  1. Buenas tardes Ricardo,
    Muchas gracias por compartir esta técnica respiratoria para calmar la mente
    un abrazo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Buenas Noches, Carina,
      Esta es una buena técnica, no debemos olvidala.
      Gracias por tu comentário.
      Abrazo.

      Excluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails