Esta Arte Marcial tem por característica resgatar toda Tradição Marcial dos primórdios da civilização japonesa, quando o homem vivia perfeitamente integrado consigo mesmo e com o Universo. Neste conceito, através do treinamento captamos a energia do Grande Universo e depois passamos a utilizá-la, tendo o centro do corpo como área de difusão. Através da consciência do fluxo de energia tudo é possível e podemos esquecer o uso da força física. Com a meditação, esvaziamos a mente e com a prática do Shin’ei Taido também.

Com a mente e o interior pacificados, não há medo, nem raiva, nem angústia nem pânico; saímos das emoções e dos pensamentos. Se considerarmos isto como objetos do aprisionamento humano, entramos na dimensão da Consciencia, aonde nos conduz o Shin’ei Taido. Tanto homens, mulheres, pessoas de todas as idades podem se integrar nesta prática saudável.

Seguidores

sábado, 9 de abril de 2011

Ponto da Cura - Visão Não Dual


Este texto do Swami Sambodh Naseeb, nos esclarece sobre o Não Dual, conforme já lemos no texto de Seng Ts’an:

“O ponto claro na visão Não Dual é que não há futuro a não ser na mente.
A mente representa o tempo e o espaço.
A ciência já sabe disso, que o tempo e o espaço são produtos do pensamento.

Portanto, na visão Não Dual, o futuro é visto como uma projeção da mente.
Logo, somos levados a ver que tudo o que podemos descobrir de nós mesmos está exatamente neste momento. O ser real está exatamente aqui. Nós dizemos: "Queremos descobrir a nós mesmos". Mas, se suspendemos o futuro e o passado, e ficamos bem despertos para ESTE momento, o que nós somos?

A visão Não Dual não busca por iluminação, “acordamento”, ou melhoramento em algum lugar do futuro, pois isso seria ilusório, já que o Ser Real está aqui agora. A visão Não Dual é um reconhecimento da nossa verdadeira essência neste momento. Se a visão Dual é propor a cura aos poucos, gradualmente, através de purificação com terapias e meditação, a visão Não Dual reconhece que toda a busca, toda a terapia, toda a meditação, todo o tempo de melhoria, está acontecendo num espaço eterno, num espaço livre, num espaço sagrado que em essência é o que Somos. Não é interessante que possamos, no meio de uma tristeza, no meio de um desafio, no meio de uma cura, descobrir aquilo que já está em paz, aquilo que já está alcançado, aquilo que já está curado? Isto é o nosso Ser Verdadeiro. Nosso ser falso precisa ser curado. Nosso ser verdadeiro já é Espírito ou Consciência”.


Bom Fim de Semana.

Oss.

Texto de Swami Naseeb Sambodh, postado em naodual.blogspot.com.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails