Esta Arte Marcial tem por característica resgatar toda Tradição Marcial dos primórdios da civilização japonesa, quando o homem vivia perfeitamente integrado consigo mesmo e com o Universo. Neste conceito, através do treinamento captamos a energia do Grande Universo e depois passamos a utilizá-la, tendo o centro do corpo como área de difusão. Através da consciência do fluxo de energia tudo é possível e podemos esquecer o uso da força física. Com a meditação, esvaziamos a mente e com a prática do Shin’ei Taido também.

Com a mente e o interior pacificados, não há medo, nem raiva, nem angústia nem pânico; saímos das emoções e dos pensamentos. Se considerarmos isto como objetos do aprisionamento humano, entramos na dimensão da Consciencia, aonde nos conduz o Shin’ei Taido. Tanto homens, mulheres, pessoas de todas as idades podem se integrar nesta prática saudável.

Seguidores

sábado, 30 de abril de 2011

A Mente e o Som Silencioso



























Esta alegoria do sino de vento, tão utilizada, também representa o encontro de dois Patriarcas da linhagem do Zen (ou Advaíta), ainda na Índia. 

Talvez, este encontro tenha acontecido num período que antecede ao ínicio da Era Cristã; alguns acham que por volta do ano 30 a 10, anterior a esta Era.

Mestre Gayashata já era conhecido por sua grande sabedoria quando, ainda jovem, encontrou o décimo sétimo Patriarca Sanghanandi, este tinha recebido a transmissão do décimo sexto Patriarca Rahulata. Ao se encontrarem, ambos os Mestres se olham, permanecendo em silêncio. Após um longo período assim, o silêncio é quebrado pelo barulho de um sino ao vento.

O Patriarca Sanghanandi, então, perguntou: O sino está tocando ou vento está tocando?

Mestre Gayashata: Não é o sino, nem mesmo o vento, mas sim a Grande Mente que está tocando.

Patriarca Sanghanandi: Para quem a Grande Mente está aparecendo agora?

Mestre Gayashata: Tanto o sino quanto o vento são o silêncio da Grande Mente.

No som silencioso da mente, a sabedoria se manifestou espontaneamente. Mestre Gayashata atinge a Iluminação, tornando-se, posteriormente, o décimo oitavo Patriarca.

Boa prática de Meditação.

Oss.

Baseado em textos da Linhagem do Zen.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails