Esta Arte Marcial tem por característica resgatar toda Tradição Marcial dos primórdios da civilização japonesa, quando o homem vivia perfeitamente integrado consigo mesmo e com o Universo. Neste conceito, através do treinamento captamos a energia do Grande Universo e depois passamos a utilizá-la, tendo o centro do corpo como área de difusão. Através da consciência do fluxo de energia tudo é possível e podemos esquecer o uso da força física. Com a meditação, esvaziamos a mente e com a prática do Shin’ei Taido também.

Com a mente e o interior pacificados, não há medo, nem raiva, nem angústia nem pânico; saímos das emoções e dos pensamentos. Se considerarmos isto como objetos do aprisionamento humano, entramos na dimensão da Consciencia, aonde nos conduz o Shin’ei Taido. Tanto homens, mulheres, pessoas de todas as idades podem se integrar nesta prática saudável.

Seguidores

domingo, 3 de outubro de 2010

Inoue Sensei, Takeda Sensei e Menkyo Kaiden


Sabemos que aos 21 anos Inoue Sensei estava terminando seu Shinwaryoku iniciou o seu Mushashugyo (treinamento ascético dos bushii), conforme orientação do Mestre Deguchi. Após o seus período de Mushashugyo e com o aval financeiro do Clã, fundou dojos em suas propriedades de Tanabe, Kobe, Hokkaido, Osaka eTóquio. Em Tóquio leciona Budo em diversos dojos, conforme sua afirmação a Stanley Pranin.

Conforme os artigos de Aikijujutsu, um Kyoju Dairi (certificado de alunos instrutores) custava cerca de 3 ienes, na época de 1936. O que autorizava que o instrutor estava apto a dirigir um dojo era a certificação de Menkyo Kaiden. Tudo era registrado no eimeiroku (livro de registro de alunos) de Takeda Sensei.

Inoue Sensei pagou pelo registro no eimeiroku de Takeda Sensei a soma de 10 ienes em 1931; provavelmente por ser um certificado acima do Kyoju Dairi. Esta soma era considerada muito elevada para a época, conforme afirmou o próprio entrevistado.

Tal fato foi corroborado com a presença de seu tio Morihei Ueshiba Sensei, afirmando já que Inoue tinha aprendido as técnicas de Takeda Sensei, ele devia assinar o livro para ter a sua certificação ratificada. 

Na ocasião, também estava presente o famoso Almirante Takeshita. Devemos lembrar que Inoue Sensei, na época, disse a Sokaku Takeda Sensei que ele queria ser Ukemi e já tinha a permissão do Mestre Deguchi para lecionar o Budo de seu Clã.

Pelas biografias da época, a única pessoa que lecionava e não tinha sua capacidade técnica questionada por Takeda Sensei era Inoue Sensei; é fato sabido que freqüentemente outros dojos recebiam a visita do Grande Mestre do Aikijujutsu para explicar que ele não tinha concedido o direito de lecionar a este ou aquele instrutor.

Inoue Sensei lecionou em diversos dojos sem nunca ter sua autoridade e capacidade questionadas pelo Grande Mestre do Daito-ryu.

Boa Semana.

Oss.

Baseado em entrevistas de Hisa Sensei e Inoue Sensei ; além de artigos de Aikijujutsu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails