Esta Arte Marcial tem por característica resgatar toda Tradição Marcial dos primórdios da civilização japonesa, quando o homem vivia perfeitamente integrado consigo mesmo e com o Universo. Neste conceito, através do treinamento captamos a energia do Grande Universo e depois passamos a utilizá-la, tendo o centro do corpo como área de difusão. Através da consciência do fluxo de energia tudo é possível e podemos esquecer o uso da força física. Com a meditação, esvaziamos a mente e com a prática do Shin’ei Taido também.

Com a mente e o interior pacificados, não há medo, nem raiva, nem angústia nem pânico; saímos das emoções e dos pensamentos. Se considerarmos isto como objetos do aprisionamento humano, entramos na dimensão da Consciencia, aonde nos conduz o Shin’ei Taido. Tanto homens, mulheres, pessoas de todas as idades podem se integrar nesta prática saudável.

Seguidores

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Inoue Sensei: Ki e Iki


Inoue Sensei contou que aprendeu muito com Mestre Deguchi, principalmente no seu período de estudo sobre a Afinidade (ou Ressonância); antes do seu Mushashugyo. Passamos a ressonar com os outros e com as coisas que nos cerca, a Realidade de Fluxo vai acontecer de acordo com a abertura de consciência. Do ponto de vista de Inoue Sensei, não existem técnicas; todas as coisas são criadas pela Realidade de Fluxo, que é sempre constante. A Realidade de Fluxo não pára, cria sem cessar, a cada criação, outras se fazem. Esta é a essência da realidade. As coisas são criadas porque nos movemos; nada é criado através da teoria. Quando vamos para um lugar, mudamos; antes ou depois, isto já está implícito. Não é linear.

Os seres humanos devem seguir a sua natureza e respeitar o seu funcionamento biológico. Devemos sempre trabalhar para mantermos a juventude e vigor. Sempre menciona: “Se trabalho (exercito), sou jovem”.

Ele sempre afirmou nunca foi-lhe ensinado copiar técnicas, sempre foi autodidata. Treinava muito com o seu avô, principalmente técnicas de Irimi e Gyaku. Seus ensinamentos relativos à substância do Universo vieram da religião Omoto, mas no resto era autodidata; não copiava nada de ninguém. Afirmava que cultivamos nossa coragem com o poder virtuoso criado pela grande afinidade do Universo. Sem a compreensão deste ponto, coisas estranhas se impõem sobre a prática da afinidade do Universo.

Certa vez o Almirante Isamu Takeshita disse o seguinte: "Sr.Inoue o seu espírito de kokyu e força motriz são diferentes." Inoue Sensei disse (como explicou a Kawanabe Sensei também) que nunca usava de técnicas kokyu; utilizava o Iki. Ele explicava: "O poder de Kokyu é nada. As coisas são criadas por causa da existência do Iki de Aiki e de seu Iki próprio. Isto é que é Musubi.”

Boa Semana.

Oss.

Baseado em entrevistas de Inoue Sensei e Kawanabe Sensei

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails