Esta Arte Marcial tem por característica resgatar toda Tradição Marcial dos primórdios da civilização japonesa, quando o homem vivia perfeitamente integrado consigo mesmo e com o Universo. Neste conceito, através do treinamento captamos a energia do Grande Universo e depois passamos a utilizá-la, tendo o centro do corpo como área de difusão. Através da consciência do fluxo de energia tudo é possível e podemos esquecer o uso da força física. Com a meditação, esvaziamos a mente e com a prática do Shin’ei Taido também.

Com a mente e o interior pacificados, não há medo, nem raiva, nem angústia nem pânico; saímos das emoções e dos pensamentos. Se considerarmos isto como objetos do aprisionamento humano, entramos na dimensão da Consciencia, aonde nos conduz o Shin’ei Taido. Tanto homens, mulheres, pessoas de todas as idades podem se integrar nesta prática saudável.

Seguidores

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Kansha


É impossível falar da espiritualidade no Shin’ei Taido, sem falar do nosso querido O-Sensei Morihei Ueshiba. Passei minha adolescência ouvindo e falando dele. E foi graças ao Mestre Clóvis (na época, o “Seu” Clóvis), que carinhosamente e apaixonadamente nos acendeu esta chama no coração. Ele lia ardorosamente e nos passava aquela filosofia, poéticamente. Não havia treino sem a “presença” de O-Sensei, pois “Seu” Clóvis nos ensinava e aconselhava.

Estes anos todos li muito sobre O-Sensei Ueshiba, inúmeras obras excelentes e autores excelentes, porem a paixão e a poesia de Mestre Clóvis são incontáveis, para mim. O-Sensei falava com o coração, “Seu” Clóvis também, tocando o nosso. Éramos jovens, de mente pura ouvindo aquele senhor falar de uma pureza d’alma com uma jovialidade incrível.

Sinceramente, hoje iria escrever sobre O-Sensei porem me vêm sempre as “lições” maravilhosas de “Seu” Clóvis. Foi um presente eu poder ter convivido com ele, não foram muitos anos, pois os eventos da vida levam-nos a mudar de lugar. Mas aquele dojo de Copacabana sempre foi referencia. Tudo era perfeito, as lições de O-Sensei, as técnicas de Tohei Sensei, Nakatani Sensei e Adélio Sensei.

O-Sensei e Mestre Clóvis, nos ensinaram que não existe Caminho sem Aiki e Shin, o espírito e o coração precisam pulsar. I Shin den Shin.

À tempos estava visitando um Templo budista em Brasilia, o Monge Superior falou que uma grande virtude para o Buda seria a gratidão. A gratidão que nos protege, que nos alenta e harmoniza.

Kansha, gratidão. Hoje eu termino dizendo: O-Sensei Morihei Ueshiba e Mestre Clóvis, obrigado por tudo que me ensinaram, de coração. Gratidão eterna.

Domo Arigato Gozaimasu.

Oss.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails