Esta Arte Marcial tem por característica resgatar toda Tradição Marcial dos primórdios da civilização japonesa, quando o homem vivia perfeitamente integrado consigo mesmo e com o Universo. Neste conceito, através do treinamento captamos a energia do Grande Universo e depois passamos a utilizá-la, tendo o centro do corpo como área de difusão. Através da consciência do fluxo de energia tudo é possível e podemos esquecer o uso da força física. Com a meditação, esvaziamos a mente e com a prática do Shin’ei Taido também.

Com a mente e o interior pacificados, não há medo, nem raiva, nem angústia nem pânico; saímos das emoções e dos pensamentos. Se considerarmos isto como objetos do aprisionamento humano, entramos na dimensão da Consciencia, aonde nos conduz o Shin’ei Taido. Tanto homens, mulheres, pessoas de todas as idades podem se integrar nesta prática saudável.

Seguidores

domingo, 29 de agosto de 2010

Iki Miya e O Do

Morihei Ueshiba O'Sensei, ensinava que muitos conceitos só podem ser compreendidos através da prática e  através do Coração; seu sobrinho, Inoue Sensei, nos ensinava que através da sinceridade e do Coração puro. Estas palavras sempre me marcaram, e com o tempo, cada vez que relei-o estes ensinamentos, parece que os compreendo um pouco mais expande.

Ambos Mestres sempre nos mostraram que é indivisivel a prática da Espiritualidade, por isso introduziam estes ensinamentos em suas palestras.

Iki, entre outros significados, também pode significar energia vivificante, sendo que este kanji , neste caso, representa a Vontade da Criação ( o som e a dimensão I) que se transforma em energia (Ki). Esta energia  dá origem à toda Realidade Manifesta; como bem explicavam Ueshiba O'Sensei e Inoue Sensei, fiéis a Tradição milenar japonesa e aos ensinamentos de Mestre Deguchi.

Geralmente faz-se um jogo de palavras e signficados com a palavra IKI, o mesmo som porem significados diferentes, compreensão esta que vai além dos Kanjis. Iki pode representar a energia da respiração, uma etapa em que sempre se pensa em energia gerando força, energia se opondo à força, nada se opondo à energia do outrem. 

Conforme somos introduzido nos estudos de Okuden e com a prática da meditação, começamos a compreender o outro significado e conhecemos o outro Kanji que significa a Vontade Vivificante que torna a Realidade Manifesta. Agora começamos a ir além da Filosofia e da técnica. Nada adianta decorar, estudar e repetir mecanicamente ou com raciocínio; tudo vai simplesmente acontecendo conforme o ego começa a ficar esvaziado. 

Inoue Sensei e Ueshiba O'Sensei, seguindo a Tradição, peregrinaram tanto pelo interior do Japão como na Manchúria, numa busca incessantem e no fim, tomaram consciência que a descoberta é interior, que devemos nos fundir à Mente Universal (ou a Origem como falava O'Sensei) através da Sinceridade. Ser sincero consigo mesmo, aceitar a Realidade e o Momento Presente, aceitar o que você é e sempre foi. 


Meditação, a prática de mente vazia,oração sincera e foco no momento presente. Através desta prática começa a brotar o Amor Incondicional (a Compaixão) por todos os seres, como pregava e ensinava O'Sensei. Ele tentou inúmeras vezes transmitir este conceito porém inumeras pessoas estavam interessadas apenas em aprimoramento técnico e maestria. 

Sábia e humildemente, O'Sensei deixou as pessoas com os seus próprios arbítrios. Inoue Sensei fez a mesma coisa; ambos Mestres tinha consciência de que era (e ainda é) uma jornada solitária e silenciosa. 

Já Myia é um Kanji que exprime um conceito antigo no Japão de sacralidade, lugar santo, sacrário no interior das pessoas ou as residências. Surgiu, então o conceito de IkI Miya, nos esvaziando para sermos um canal para esta Vontade Vivificante,de tornarmo-nos um sacrário vivo. Por isso a prática sincera (ou da sinceridade, com toda sinceridade) vai além do dojo e dos livros. É uma consciência que pode despertar: pode ser através do I Shin den Shin, meditação, contemplação,etc; é só estarmos receptivos. 

Como cita o autor e filosofo japonês Kuki Shüzö, em sua obra IKI : “A Filosofia não é uma coisa viva capaz de compreender a Realidade”.

Boa Semana.

Oss.

Este artigo é baseado em artigos sobre Kuki Shüzö; em artigos de Patrick Beillevaire; artigos de Gleason Sensei; entrevista de Inoue Sensei a Stanley Pranin; artigos com citações de Morihei Ueshiba 
O'Sensei .

Para Ler "Iki Ideal de Perfeição" - Clique Aqui

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails