Esta Arte Marcial tem por característica resgatar toda Tradição Marcial dos primórdios da civilização japonesa, quando o homem vivia perfeitamente integrado consigo mesmo e com o Universo. Neste conceito, através do treinamento captamos a energia do Grande Universo e depois passamos a utilizá-la, tendo o centro do corpo como área de difusão. Através da consciência do fluxo de energia tudo é possível e podemos esquecer o uso da força física. Com a meditação, esvaziamos a mente e com a prática do Shin’ei Taido também.

Com a mente e o interior pacificados, não há medo, nem raiva, nem angústia nem pânico; saímos das emoções e dos pensamentos. Se considerarmos isto como objetos do aprisionamento humano, entramos na dimensão da Consciencia, aonde nos conduz o Shin’ei Taido. Tanto homens, mulheres, pessoas de todas as idades podem se integrar nesta prática saudável.

Seguidores

quinta-feira, 3 de junho de 2010

Metsuke e Kokyu


Vamos, hoje, comentar mais duas práticas do dia a dia em nosso dojo. Veremos como tudo se integra, pouco a pouco tudo se incorpora ao nosso conhecimento.

Metsuke (Enzan no metsuke) ou caminho do olhar é um fundamento importante no Shin’ ei Taido e todas as artes marciais tradicionais japonesas. Através deste recurso, passamos o controlar o adversário e nossa postura assim como o Maai.

Muitos falam em olhar olho no olho, encarar o adversário, o que é uma dá uma outra interpretação ao sentido da frase, pois os kanjis japoneses mudaram muito a significação pelos séculos.

Fixando o olhar nos olhos ou na face de Uke, este já me dominou. O olhar tem que ser periférico e central ao mesmo tempo, como se fosse um olhar embaçado ou desfocado, o que não dá nenhuma percepção de nossas intenções e demonstra mente serena.

Muitos mestres falam que em enzan no metsuke – olhar para as montanhas bem distantes, você "visualizaria montanhas" atrás de uke, quando no inicio na nossa caminhada de treinamento. Com o tempo de treino este fundamento é naturalmente incorporado, sem a utilização da "visualização".

A mente tem de estar vazia e com atenção relaxada, assim quando a movimentação de Uke acontece, prontamente re-agiremos sem pré-concepções.

Temos aqui Metsuke-Mushin-Zanshin-Shoshin, tudo numa mesma ação em sintonia com o Kokyu ( nossa respiração relaxada e utilização do Ki- energia, ao mesmo tempo).  Kokyu é uma terminologia

Em Kendo e outras Artes Marciais antigas usam a expressão “kokyu wo totonoeru, shin (ou kokoro) wo totonoeru” seria aproximadamente “pela respiração ou pela energia da respiração, mente-espírito se harmonizam ou preparam” levando ao estado de Mushin.

Kokyu é composto pelos kanjis Ko- inspirar e Kyu- expirar, porem ambos têm o radical (ou raiz) boca, se diz que no Kokyu se absorve a energia (Ki) pela expiração.

Com o kokyu lançamos, utilizamos e absorvemos a energia. Isto está acontecendo o tempo todo porém a maioria pensa que é apenas uma técnica com o uso das mãos, para evitar o ataque o aproximação de uke e iniciarmos um “golpe”. O Kokyu é a chave para tudo no Shin’ei Taido e a maioria das Artes Marciais.

Bem pratiquemos, respiremos sem travar ou reter.

Até a próxima.

Oss.

Este artigo foi baseado em artigos de Kendo, Daito-ryu, Jujutsu, Karate, e Aikido .

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails